quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Terceiro dia

Eu disse no post anterior que certamente choveria hoje. Enganei-me. Amanheceu o maior solzão.

Saímos por volta de 9:30 da estação Gaité rumo à estação Cité. Essa estação fica na Île de la Cité (meio óbvia essa observação), onde nasceu a cidade de Paris.

Logo que saímos da estação Cité, demos de cara com o Palais de Justice. Avistamos também a Saint Chapelle. Tanto o Palais de Justice quanto a Saint Chapelle são pontos muito recomendados aos turistas. Muito próximo aos dois pontos citados, está a Conciergerie. Nosso plano era conhecer os três.

Primeiramente visitamos o Palais de Justice – meio por acaso, diga-se de passagem. Vimos uma senhora entrar num elevador e fomos com ela. Acabamos entrando no Palais e tirando várias fotos enquanto passavam pelos corredores juízes, funcionários carregando processos...

Em seguida fomos comprar os bilhetes para entrar na Saint Chapelle, que, como dezenas de outros pontos da cidade, está em reforma. Compramos um kit Conciergerie+Saint Chapelle por 12,50 euros. Na realidade esse preço foi para meu irmão e minha mãe, eu consegui um desconto por ter menos de 26 anos e comprei as duas entradas por 9 euros. Muito justo.

Tanto a Saint Chapelle quanto a Conciergerie são de encher os olhos. Logo na entrada da Conciergerie havia uma exposição de umas coisas muito estranhas, como por exemplo um macaco vestido de bailarina e um bebê engatinhando talhado em madeira com o chapéu do Papa. Como eu disse, coisas muito estranhas. Mas depois vimos a parte histórica, quadros explicando a função do local há séculos atrás. Muito bom. A Conciergerie abrigou a corte francesa de Carlos V e um século depois se transformou numa prisão onde os detentos aguardavam execução. Estiveram lá supermega celebridades tipo Robespierre, Maria Antonieta... Inclusive há uma réplica da cela onde Maria Antonieta ficou por dois anos aguardando ser executada.

Depois nos dirigimos à famigerada Notre Dame. A praça em frente à catedral tem um cheiro horrível de pombo molhado. Mas a catedral é impressionante. Para variar, também com um pedacinho em reforma. Por isso aqui é tudo tão conservado!

Em seguida almoçamos ao lado da Notre Dame numa creperia bem mais ou menos. O almoço acabou saindo mais caro que o do dia anterior na Champs Élysées. Vale muito a pena optar pelos “combinados” que são oferecidos nos bistrôs (entrée+plat+boisson ou coisa que o valha).

Não dados por vencidos, continuamos a longa caminhada. Todos estávamos esgotados mas, ainda assim, seguimos. Vimos no mapa que o Centre Pompidou não ficava muito longe dali. Pegamos a Rue de Rivoli. É uma rua cheia de lojas, mas nada como a Champs Élysées. Tudo mais barato e lojas bem mais simples. Pelo que li a respeito, vale a pena comprar badulaques por lá. Não sei exatamente que rua pegamos depois, só sei que chegamos no Centre Pompidou. Lá há biblioteca, café, loja de coisinhas modernas e caras, cinema, galerias. Para entrar no saguão principal, não pagamos. Havia uma exposição (também) com coisas entranhas aberta ao público e outras galerias cujo acesso não era gratuito. Já estávamos cansados demais e decidimos voltar para o hotel.

Em frente ao Centre, comemos (finalmente) um macaron. Aprovado.

Pegamos a Rua Rambuteau em direção à estação de Les Halles. Para chegar nessa estação deve-se passar pelo Forum des Halles que é uma espécie de shopping. A estação fica no terceiro andar subterrâneo do Forum des Halles.

Voltamos mais cedo em relação ao dia anterior mas o passeio foi bastante produtivo.

Descansamos um pouco e fomos jantar perto do hotel, na Rue Daguerre. Hoje colocaram a decoração de natal dessa rua.

É isso! Já temos uma meta para amanhã e esperamos cumpri-la rigorosamente como como nos dias anteriores.

Obrigada pelos comentários!

Palais de Justice ao fundo e à esquerda a Saint Chapelle com seu estilo gótico bem característico

Fotos em placas é com minha mãe

Ordre des Avocats. Estou em casa.
Dentro da Saint Chapelle. Esse pano branco estendido atrás é onde estão restaurando os vitrais.

Mais da Saint Chapelle

Saint Chapelle de novo


Rosácea no fundo da Saint Chapelle

Point Neuf

Exposição de coisas estranhas na entrada da Conciergerie. Essa foi a francesa de quem meu irmão conseguiu mais se aproximar, Gustavinho.

?

Ainda na Conciergerie

À la memoire de Louis XVI

Pobres homenzinhos esperando a execução em uma das celas da Conciergerie

Lista com os 2580 guilhotinados da Revolução.

Coisas estranhas da Conciergerie

?


?

Deixando a Conciergerie

Ao fundo, a Conciergerie

Notre Damme

Entrada principal de Notre Damme



Noivinha tirando fotos em frente à Notre Damme

Gárgulas de Notre Damme

Buldogue francês!

Interior de Notre Damme

Rue de Rivoli
Centre Pompidou

Apple Store em frente ao Pompidou. Essa é para Dan. Eu já tinha tirado a foto quando vi seu comentário. Claro que não ia esquecer! Essa é clássica!
Interior do Centre Pompidou (vista do café que tem a água mais cara de Paris)

Mais do interior do Centre


Forum des Halles

8 comentários:

Wesley Teixeira disse...

"Cheiro horrível de pombo molhado" hehehe

Maurício Vivas disse...

EPA!! A foto de Dan não valeu, pq é repetida

http://setembro2006.blogspot.com/2006/09/essa-pra-d.html

Trate de achar outra loja :P

Um fantasminha se apaixonou por seu irmão :)

Helder Barreto disse...

Belle! Exclua aquela foto da noiva em Notre Damme, Carcia não pode ficar sonhando tão alto assim hehehe. Brincadeiras à parte, espero que curta ainda mais sua estada aí. Um abraço!! Mande um abraço para meu xará tb!!

Tania disse...

Olá galera!!!
Sua vó está aqui vendo as fotos, ela disse que é tudo muito lindo, e que está com muitas saudades de vcs!! E manda muitos bjos.
Que Bacana acompanhar o tuor de vcs por Paris...divirtam-se!
Bjos procês!

Tania disse...

ah esqueci de comentar da foto do Vinicius com o Fantasma...O Nicolas Artur disse: "ai o dedo do Vinicius mamãe" ele fica vendo as fotos e dizendo q vcs estão lindas..

luana melo britto disse...

Belle!
To acompanhando daki sua viagem!
já vi q vc foi p varios lugares!divirta-se bastante!
bjosssssss

Naira disse...

Pelo menos uma coisa vc não pode dizer: q não conheceu CIMENTO de Paris!!kkkkkkkk...Só tem reforma poww!!kkkkk..

Siimmm... e a pergunta q não quer calar: "Ordre des Avocats"?? São 'Cats' mesmo ou é td propaganda enganosa??kkkkkk..

Bjuuuuuuuu!

Anônimo disse...

Legal a Ordem dos Advogados!
Espero conhecer um dia ...
Maurício Gentil