domingo, 7 de novembro de 2010

Barcelona - Dia 9

Hoje fomos andando para o Museu Picasso, atravessando a Rambla e seguindo pelo bairro Gótico. Já sabia o caminho de cabeça, nem precisei de mapa. O mesmo caminho que fizemos ontem, contornando a catedral.

Quando passamos perto da Sagrada Família, o policiamento estava ostensivo, por causa da visita do Papa. Um policial a cada dois metros, por umas 5 quadras.

Houve vários protestos por causa da visita, vimos na TV. Questionando os gastos públicos com a visita e exigindo um estado laico. Não vimos o beijo coletivo, Wesley :)

Ao chegarmos ao museu, a fila estava enorme, porque era de graça. Pelo menos a fila andava rápido. Em uns 30 minutos já estávamos no museu. Apesar de ser natural de Málaga, Picasso passou boa parte de sua vida em Barcelona. O Museu Picasso de Barcelona tem uma das maiores coleções do artista, muito do acervo foi doado pelo próprio. Principalmente suas primeiras pinturas e desenhos. É possível acompanhar todo o aprendizado e evolução artística do pintor.

Picasso é um gênio. Conhecer a sua trajetória de vida e artística foi um dos pontos altos dessa viagem. Cresci com a presença de uma réplica de Guernica na sala da casa de meus pais.

Em 1957 Picasso pintou 57 interpretações do quadro Las Meninas de Velázquez. Boa parte dessas pinturas estão no museu. Há uma exibição em vídeo sobrepondo gradualmente as interpretações sobre a obra original de Velázquez. Fica clara a genialidade e a originalidade de Picasso.

Compramos uma reprodução de Las Meninas de Picasso. Vamos tentar comprar a obra de Velázquez em Madrid para colocá-las lado a lado.

Para completar há uma exposição temporária fazendo um contraponto entre a obra de Degas e Picasso. Mais uma variedade de quadros de Picasso de coleções de museus mundo a fora, além de coleções particulares. Uma oportunidade única.

Depois do museu, fomos de metro para o Parque Güell. Mais uma obra de Gaudí. O parque é um projeto imobiliário mal sucedido. Fica em um dos pontos mais altos de Barcelona. A vista da cidade é impressionante. Foram construídas apenas duas casas no parque, a do próprio Gaudí e a de um advogado da cidade. Além de duas construções de apoio na porta do parque. Mas os característicos mosaicos da arquitetura de Gaudí estão por todo o parque. Há uma grande área verde, com passeios, bosques, jardins, praças e mirantes. Os toques magistrais de Gaudí estão por toda parte, em cada detalhe. Passeamos sem pressa por todo o parque.

Voltamos para Port Vell e fomos ao Museu Marítimo, mas a maior parte do acervo estava em restauração, apenas uma pequena parte disponível para visitação. Mas havia uma exposição de pinturas Russas contemporâneas, bem interessante que nos surpreendeu.

A seguir fomos passear no shopping da marina. Quando estávamos saindo do shopping no intuito de procurar algum lugar para jantar, vimos ainda no shopping um local 'Eat and Drink All You Can' por apenas 9.95 euros :) Lá fomos nós experimentar. Pense em um local interessante, comida boa, pizzas, saladas, massas, sopas, sobremesas, sorvetes, frutas, tudo incluso. Aprovado e barato :D

Depois fomos ver a exposição náutica, ficamos babando pelos veleiros e iates dos sonhos. Voltamos vagarosamente pelo calçadão de Port Vell até o Hostal.

Mestre, hoje teve Barcelona 3 x Getafe 1, mas não foi no Camp Nou :)

Amanhã vamos para Madrid.


Policiamento pesado


Fila no Museu


Las Meninas


Pátio do Museu Picasso


Subindo para o Parque Guell :|


No final tinha umas escadas rolantes


Vista da Cidade




Parque Guell







A foto é dos mosaicos :P





All you can eat & drink :D

Salão Náutico


Um comentário:

maugentil disse...

Que pena! Vai ficar pra quando eu for então um jogo do Barça em Camp Nou!