terça-feira, 9 de novembro de 2010

Madrid - Dia 11

Amanheceu com tempo bem fechado, nublado, chuvoso e frio. Além disso descobrimos que era feriado. Hoje é dia de Nossa Senhora de Almudena, padroeira de Madrid.

Seguimos a pé. Nossa primeira parada foi no Teatro Real, que estava fechado. Fomos então para o Palácio Real, que também estava fechado.

Fomos então para a catedral, que fica ao lado do palácio. Pensamos que estaria uma loucura de gente. Chegamos antes da procissão sair. Tinha pouquíssima gente. Mas tinha um grande grupo de senhoras fantasiadas de irmãs cajazeira :)

Entramos na catedral, onde estava acontecendo uma missa. Um crédito para os religiosos, incentivaram as artes, a igreja é belíssima. Fomos até o altar da virgem, que fica no alto, onde os fieis estavam beijando a santa e lá estava eu na fila. Depois do beijo, uma das irmãs cajazeira limpava com um lenço. Na minha vez, as três ficaram me olhando, esperando meu beijo, dei um sorriso :)

Mas graças a virgem, quando saímos da catedral o céu estava limpo, sem nuvens. Só continuava o frio e o vento (chuckle).

Essa parte central e antiga de Madrid é muito bonita. Grande passeios, praças, prédios antigos bem conservados. Só o Palácio Real está precisando de uma boa restauração.

Passamos na Plaza de España, onde há um monumento em homenagem a Miguel de Cervantes e aos seus famosos personagens Dom Quijote de la Mancha e Sancho Panza.

Seguimos para o Templo Debod, que é um templo egípcio doado ao povo espanhol pela ajuda na represa de Aswan no rio Nilo. Pelo menos não foi pilhado. O templo foi reedificado pedra por pedra no Parque Del Oeste, que tem uma bela vista.

Na esquina, antes de chegar ao parque havia uma livraria pequena, me chamou atenção uma vitrine só com livros sobre o Japão. Fui olhar mais detalhadamente. Para minha surpresa tinha alguns sobre Judô, e o melhor, tinha uma edição fenomenal, caixa com os dois volumes de uma edição recente de "La Esencia del Judo" de Shu Taira. Não pensei duas vezes, comprei! Não queiram saber o preço, a namorada me chamou de louco :D

Voltamos para a Plaza de España e seguimos pela Gran Vía. Entramos em um restaurante para almoçar, Lupita. Pedimos o menu do dia e nem nos demos conta que era um restaurante peruano. O casal ao lado pediu um Ceviche, vi no balção Inca Kola, quando prestamos atenção a maioria era de latino americanos no local. Uma ótima opção :)

Na Gran Vía estão as grandes lojas, as grifes, as redes. Os prédios a sua volta são impressionantes. Os prédios do Banco de España e do Instituto Cervantes são fenomenais. Seguimos até a Fuente de la Cibeles, onde os espanhóis comemoraram o título mundial de futebol. Passamos para o Paseo del Prado, mas não chegamos até o museu. Essa região é linda, amplos jardins e fontes. Começamos a volta na Fuente de Neptuno.

Passamos pela Plaza de las Cortes, onde está o Congresso dos Deputados e seguimos até a Puerta del Sol. Voltamos até a Plaza Mayor.

Como tinha muita coisa fechada, terminamos o programação de hoje bem cedo, voltamos para o hostal e tiramos um cochilo. Saímos para jantar no Museo del Jámon.

Amanhã vamos no Museo del Prado.



Teatro Real

Parque em frente ao Palácio Real

Catedral


Frente do Palácio Real



O altar da Virgem

A Virgem saindo em procissão









Plaza de España




Templo Egípcio



Pessoas morando na praça


Loja para canhotos (chuckle)


Fuente de la Cibeles


Paseo del Prado


Fuente de Neptuno


Congresso de los Deputados


Puerta del Sol


Patrick e Bob Esponja tomando um baculejo

5 comentários:

Geraldo disse...

Depois que o desenho foi cancelado, agora sei por onde anda Bob Esponja... (chuckle)

Aeeeww!!

maugentil disse...

Será que vai dar pra assistir algum jogo do Real no Santiago Bernabéu?

Maurício Vivas disse...

A foto das folhas tá bem meiga :)

Maurício Vivas disse...

Quando eu era mais novo lembro que já beijei uma virgem, mas sem as irmãs do lado.

Wesley Teixeira disse...

Foto sentado no mamute: ok

Foto apoiado na árvore: ok

Foto chutando folhas: ok


Fred está ficando coisado (chuckle)